Sunday, 25 June 2017

Enjoy the Silence


Gosto muito deste video, deste tema, das horas boas que passei a dançar isto...



Bom Domingo!


Saturday, 24 June 2017

Parabéns, Mr Vertigo!



Uma canção de António Variações pela voz de Camané, num projecto dos Humanos.

Porque associo o Rui ao gosto pela vida, à curiosidade, à riqueza interior...

Espero que goste tanto deste tema como eu.

Que tenha tido um dia muito feliz!


" a vida é sempre uma curiosidade 
que me desperta com a idade 
interessa-me o que está para vir 
a vida, em mim é sempre uma certeza 
que nasce da minha riqueza 
do meu prazer em descobrir 

encontrar, renovar vou fugir ou repetir"






Monday, 12 June 2017

Anne Frank: num percurso alternativo em Amesterdão


Se fosse viva, Anne Frank faria hoje 88 anos (nasceu a 12 de Junho de 1929).

Esta fotografia foi tirada junto ao monumento que a celebra, na praça Merwedeplein,  em Amesterdão, onde a família Frank viveu a partir de 1933/34, quando fugiu da Alemanha, até 1942, quando se escondeu no anexo da empresa de Otto Frank, o pai de Anne, em Prinsengracht (Canal dos Príncipes).





Em frente ao número 37 (número da porta da família Frank), estas placas evocativas dos 4 elementos da família (Edith, Otto, Anne e Margot) que foram levados, em Agosto de 1944, pelas forças Nazis, para o campo de concentração holandês de Westerbork




A família Frank vivia no segundo andar. Neste pequeno filme, Anne assome à janela para ver a vizinha que vivia no segundo andar do número 39 e casava nesse dia.




O prédio actualmente. A janela de Anne Frank é a mais larga do lado esquerdo, com cortinas brancas.




Ao voltar da esquina, uns metros mais adiante, a livraria onde o pai de Anne lhe comprou o diário como presente de aniversário pelos seus 13 anos, a JimminkboekUma livraria particularmente encantadora, com os muitos livros amontoados nas salas que se sucedem entrelaçadas. 
Nestas duas fotografias, livros sobre Anne Frank.







Um percurso que andava para fazer há anos. Um desejo antigo (conhecer a zona onde viveu a família Frank antes de se esconder), que se concretizou ontem, após um almoço no Nata Lisboa (decidido à última da hora), onde gostámos muito dos pastéis de nata e eu, especialmente, das empadinhas de bacalhau. O nome do bairro? Rivierenbuurt. Uma zona muito interessante, com lojas, cafés e restaurantes e, ao mesmo tempo, calminha e verdejante, fora dos circuitos habituais. Aconselho vivamente.


Votos de boa semana para todos!



Saturday, 3 June 2017

Olá (Cá estamos nós outra vez)


A voltar devagar...sem promessas, mas com forte intuito...

(com uma canção de Jorge Palma que gosto muito)




Bom fim-de-semana!


Monday, 15 May 2017

O Festival Eurovisão da Canção era hoje à noite?


No passado sábado à noite, uma mensagem do WhatsApp acorda-me um bocado estremunhada (tinha-me deitado há pouco tempo, mas já dormia tranquilamente). Era uma amiga turca, que me escrevia: "Hi Sandra. Do you watch Eurovisiesongfestival? I like Portugal song very much this year. I think he makes a good chance."

Quando vi a mensagem, meio em estado Bela Adormecida, lembro-me de ter pensado que não sabia a data do festival e lhe responderia no dia seguinte. Quase uma hora mais tarde, nova mensagem: "Yessss, Portugal won the contest! I knew it!" Nessa altura, tinha-me levantado para beber um copo de água. E foi assim que fiquei a saber que a Noite do Festival tinha acabado de acontecer, tínhamos ganho e não assisti em directo à nossa primeira vitória após quase 50 participações neste badalado concurso que tudo parava nos tempos da minha infância.

Juro que é verdade: eu não sabia que o Festival da Eurovisão era neste sábado à noite. Há 21 anos que não acompanho o evento - acabei por perder o entusiasmo, pois nunca ganhávamos, apesar de levarmos boas canções, na maioria das vezes.

No dia seguinte, ainda troquei umas mensagens com a minha amiga, que me enviou o video da participação portuguesa e várias imagens da bandeira verde-rubra. Entretanto, pelo meio da nossa conversa, uma outra amiga, desta vez do Azerbaijão, enviava-me também os parabéns pela nossa vitória: "Gefeliciteerd met de overwinnig van Portugal in de Eurovision Song Festival", acompanhada de muitos emojis. Nesse momento, decidi investigar, mais a fundo, quem era o Salvador Sobral (só conhecia a interpretação da canção "Amar pelos Dois", que tinha escutado há uns dois dias, por curiosidade e sem me inteirar mais sobre a Eurovisão). No fim, acabei por descobrir este video que gostei bastante (a partir do 1:38) e aqui vos deixo...





Para o Salvador Sobral e a Portugal, Muitos Parabéns, por esta nossa primeira vitória no Festival da Eurovisão da Canção com o tema "Amar pelos Dois"!

Votos de boa semana para todos!


Tuesday, 9 May 2017

Os 30 anos de Joshua Tree


Estávamos em 1987. E um dos álbuns mais icónicos da história do Rock era lançado nesse ano pelos irlandeses U2. Um álbum que ficou para a História pelo seu carácter político, mas também pela sua tocante espiritualidade. O nome, The Joshua Tree, surge após uma conversa com o fotógrafo da banda, o holandês Anton Corbijn. Um álbum aclamado pela crítica, que atingiu records de vendas e marcou a juventude daquela época (e não só, claro). Foi o álbum dos meus 16 anos e é um dos álbuns da minha Vida. The Joshua Tree festeja agora 30 anos, numa digressão mundial que tem o seu início já dia12 de Maio, nos Estados Unidos da América, fazendo jus à história de um dos álbuns mais marcantes do Rock da segunda metade do século XX. Nele podemos escutar uma junção muito feliz de música irlandesa e norte-americana e, para os mais atentos, os conselhos e a sabedoria de músicos como Bob Dylan e Keith Richards. Das paisagens desérticas americanas da capa do álbum para o Mundo surgiram belíssimas canções como estas, que aqui vos deixo...


Mothers of Disappeared (As Mães dos Desaparecidos), inspirada na situação política que então se vivia em El Salvador ( e que inspirou também outra canção do mesmo álbum, Bullet the Blue Sky).

In the wind we hear their laughter 
In the rain we see their tears 
Hear their heartbeat, we hear their heartbeats...

 


I still haven't found what I'm looking for....( de carácter mais espiritual)

I have spoke with the tongue of angels

I have held the hand of a devil 
It was warm in the night 
I was cold as a stone...




Running to Stand Still 

( o que eu gosto desta parte...)


You got to cry without weeping 
Talk without speaking 
Scream without raising your voice ...



Trip Through Your Wires

 ( harmónica e guitarra, gosto imenso!)

I was broken, bent out of shape

I was naked in the clothes you made.
Lips were dry, throat like rust 
You gave me shelter from the heat and the dust...





Continuação  de boa semana!


Monday, 1 May 2017

2 Cellos


A música sempre teve um poder curativo sobre mim (stress, tristeza, dores, whatever).

Esta semana, tenho vindo a descobrir este grupo de dois rapazes e estou a gostar muito. O grupo chama-se 2 Cellos. Já conhecem?  

Aqui, numa das músicas da minha vida, Gabriel's Oboé, da autoria de Ennio Morricone (e  que já ouvi ao vivo, pelo próprio, duas vezes). Um tema muito conhecido, de um filme que gosto muitíssimo, The Mission (1986).





O grupo 2 Cellos toca temas dos mais variados e os que se seguem são mais "barulhentos". Atenção, pois, à mudança de registo.

No video abaixo, numa "brincadeira" com um guitarrista que gosto imenso, Steve Vai (há 20 anos e qualquer coisa, tive a oportunidade de vê-lo actuar na Aula Magna, em Lisboa). O tema é do grupo rock AC/DC.


 


Um outro video que gostei particularmente: os 2 Cellos num dos temas mais conhecidos dos Nirvana, Smells Like Teen Spirit.




No Youtube, encontram muito mais. Muito engraçado  um dos videos, em que uma música dos AC/DC irrompe num concerto de música barroca, "que estava a ter lugar em pleno século XVIII". ;-)

Numa grande variedade de registos, um grupo a escutar muitas vezes.

Achei lindíssima esta interpretação de um temas do filme de Ridley Scott O Gladiador.




Votos de boa semana!